nTurismo – conheça o mundo

visite o mundo sem sair de casa

Abadia Cisterciense de Fontenay

 

Abadia Cisterciense de Fontenay, é uma das bases da arquitetura cisterciense, pode ser observada em exemplos paradigmáticos, construída em (1139-1147), a partir de uma estrutura simples – uma nave fechada por um transepto e coroada por uma cabeceira retangular, sem grandes ornamentações, nem vitrais ou outras ostentaçõses
Para Henri Focillon (em a “Arte do Ocidente”), houve na arte cisterciense  um período especial, a que se pode chamar Românico ou melhor ainda Românico despojado, que é representado como simbolo máximo na Abadia de Fontenay, cuja igreja apresenta uma nave escura coberta por um berço quadrado e as naves laterais com berços transversais. Este exemplo da mais pura da arte cisterciense, pode encontrar-se também noutros pontos da Europa, por exemplo: em Champagne (Trois-Fotaines), na Suíça (Bonmont e Hauterive), na Inglaterra (Fountains) e na Escandinávia (Alvestra).Esse austero mosteiro burgúndio foi fundado por St Bernard em 1119.

Com sua Igreja, claustro, refeitório, dormindo trimestres, padaria e ferro ornamentais, é uma excelente ilustração do ideal da auto-suficiência praticada pelas primeiras comunidades de monges cistercienses.

As regras de vida e arte cistercienses foram sendo liberalizadas, mas a proibição da construção de torres sineiras, por exemplo, manteve-se. Os sinos eram instalados em coruchéus de madeira.Estes mosteiros cistercienses, deviam satisfazer as necessidades dos monges e dos seus dependentes. Eram “mundos independentes” (Jacques le Goff). A planta da Abdia Cisterciense de Fontenay, reconstituída por L. Bégule, mostra uma grande organização e um equilíbrio entre as componentes religiosa e económica.

A abadia cistercense de Fontenay foi considerada monumento Património Mundial pela UNESCO.

Images (c): Josep Renalias; Christophe.Finot; Jjpetite

Abadia de FontenayBurgundyCôte d'OrFrançaIgrejasMonumentosPatrimónio da Humanidade

Automatico • 3 de Abril de 2012


Previous Post

Next Post

Deixe uma resposta

Your email address will not be published / Required fields are marked *